Escárnio e bem dizer
sexta-feira, fevereiro 11, 2005
 
E então agora, já dá? já?... Bem, vamos lá ver se nos temos de chatear!
 
DOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOORRRRRRRRRRRRRRRRRRR
 
Gatos, gatos, gatos. FSSSSSSSSSSSSSSSTTTTTTTTTTTTTTTTTTTT. Biche, biche, biche, biche.
quinta-feira, fevereiro 10, 2005
 
Foi a pensar em ti que criei este espaço. Foi por estar zangada. Por estar magoada. Por me teres magoado, propositadamente, eu sei. Foi. Hoje sinto, por vezes (vezes a mais) que este espaço perdeu o seu lugar. Perdeu-se no tempo e em mim. Como nós nos perdemos no tempo e em nós. Mas está aqui para quando te lembro ou para quando me apetece "desabafar palavras". Quantas vezes palavras sem sentido. Quantas vezes com um sentido que só eu entendo.
Está aqui para de vez em quando... Perdi-me.
 
"Do lado quente da saudade"

Lembrar-me. Viver-te. Daquela forma. Uma forma que eu queria sem querer e precisava sem saber. Hoje tenho-te mais do que antes. Conheço-te (ou não?), mais do que antes. Admiro-te, mais do que antes. Vivo-te.
Manias. Palavras. Olhares. Gestos. Toques. Sorrisos e cumplicidades (tantas). De parte a parte? o que importa?
Não sei. Não sei se importa ou não. Não sei se precisas do que gostava de dar-te. Sinto-te mais perto. Mais confiante. Mais minha. Mais nossa. Mais nossos.
Manias. Momentos. Saudades. Emoções.
Mais um ano, minha querida, mais um ano.

Powered by Blogger