Escárnio e bem dizer
quinta-feira, dezembro 11, 2003
 
Acho que vou fugir durante uns dias...
 
Pára! Pára de exigir uma atenção constante e imediata.
Eu não deixei de gostar de ti, não me esqueci de ti, mas é muito difícil continuar a comunicar contigo normalmente quando a tua exigência aumenta mais e mais a cada dia que passa.
quarta-feira, dezembro 10, 2003
 
Davidoff para relaxar
 
Que lento que este computador se meteu...
 
ai ai ai ai ai ai ai
 
sim, sim sou uma pessoa nervosa, e hoje não estou nos meus melhores dias, e depois?
 
NEste momento a palavra de ordem é: Alprazolam
 
doi!
 
Bolas para a Gotinha e os testes... uma pessoa realmente distrai-se com aquilo!
 
Ai! era Filipe ali em baixo e não Filipa! (Raios! cada vez estou pior!)
 
Era Disorder ali em baixo e não disease... chiça. Obrigada Filipa ;) (isto realmente a minha cabeça já não é o que era).
 
Miguel Góis no seu melhor... vão lá ler!

VÁ DESPACHEM-SE QUE ANDAM AINDA AQUI A FAZER? HOJE SÓ AQUI TENHO DISCURSOS DE BPD (Borderline Personality Disease. Sim, eu sei, ficaram na mesma... talvez um dia explique, ou não, ou não!)...
 
Quero-te perto quanto estás longe, mas quando estás perto tenho medo que me vejas.
Afasta-te! deixa-me estar! não, não, não fujas de mim! porque te foste embora? Preciso de ti! não vês isso? porque não vês o quanto eu estou a sofrer?
És má! magoas-me constantemente! porque fazes isso! porque é que não te preocupas comigo?
Eu não sei o que está errado! não, não sei! não sei o que quero! não sei quem sou. Sou quem eu quero ser, mas não sou quem quero ser. Tenho medo de ser assim. Tenho medo que me vejas. NÃO ME ABANDONES! Não me deixes sozinha! não vês que eu sofro muito sempre que estou sozinha?
Não! não quero que sintas pena! livra-te de sentires pena!
Pára! não te aproximes! deixa-me estar quieta, mas ajuda-me por favor! faz alguma coisa para parar o meu sofrimento.
Eu adoro-te! não consigo viver sem ti. Não! não! eu odeio-te - MAS NÃO ME ABANDONES!
 
- Tenho medo!
- Tenta.
- Ninguém entende.
- Se não tentares nunca vais saber se eu entendo ou não.
- E se não entenderes?
- O que perdes?
- Perco-te a ti.
- Tens medo de me perder?
- Sim.
- De que mais tens medo?
- Tenho medo de ficar sozinha, tenho medo que deixes de gostar de mim, tenho medo que não entendas, que aches que sou anormal.
- O que é a normalidade?
- Tu entendes o que quero dizer!
- Eu não vou achar que és anormal. Porque havia de achar isso?
- Porque eu me sinto anormal, porque...
*Silêncio*
- Sim, estou à  espera.
- Não consigo!
- E eu assim não posso fazer nada.
- Faz! eu preciso de ti!
- Como queres que faça se não explicas o que sentes?
- MAS EU ESTOU A EXPLICAR!
 
- vou-me embora porque vocês são maus!
- Estão a ver fui embora!
- Agora voltei só para vocês verem o que perderam!
*Silêncio*
- Pronto! volto mas não vos ligo mais, volto e só olho para o meu umbigo porque vocês são maus!


Estas coisas não vos enervam?
 
Estás zangada comigo ou contigo?
 
Olha à tua volta. Faz-te esse favor!
terça-feira, dezembro 09, 2003
 
Um Davidoff agora para relaxar!
 
E isto de começar a escrever posts quando o que nos pedem é a password do blogger também é absolutamente iztupido! pois claro que a password estava errada, ela não era:

Raios! isto de estar a trabalhar até às 23 para compensar feriados tem muito que se lhe diga... afinal de contas para que servem os feriados?
 
Raios! isto de estar a trabalhar até às 23 para compensar feriados tem muito que se lhe diga... afinal de contas para que servem os feriados?
 
bom... para eu parar de me queixar deixaram de puder definitivamente.
 
Ai raça de coisa! tanto se podem abrir os blogs como não se podem... bolas!
 
aiiiiiiiiii! queimei-me no café!
 
então, olá bom dia a todos, tiveram um bom fim de semana prolongado? o que andaram a fazer? pois eu fui visitar a família e agora aqui estou eu de volta para vos melgar!
 
ah! afinal está aqui ;)
 
não, voltou mesmo... argh!
 
É impressão minha ou o blogspot voltou a dar problemas?

Powered by Blogger